DICAS


PANNANO 2020

Dr. Ademar Benevolo Lugão; Paulo Alvim, Secretário de Empreendedorismo e Inovação; e Dr. Carlos César Bufon, coordenador do SibratecNANO.

A 2a Conferência Pan-Americana de Nanotecnologia ocorreu em Águas de Lindóia e proporcionou o encontro de pesquisadores, acadêmicos, membros da indústria e funcionários de agências de fomento à pesquisa da América do Norte, do Sul e Central para discussão sobre as diversas pesquisas realizadas no campo da nanotecnologia e de nanopartículas em sistemas biológicos, químicos e ambientais com o objetivo de desenvolver aplicações úteis e sustentáveis em toda a região Pan-Americana. A conferência contou com cerca de 300 participantes, 50 apresentações orais e a apresentação de quase 200 pôsteres científicos.

O evento foi organizado por pesquisadores de três instituições de pesquisa brasileiras, (LNNano/CNPEM, IPEN e CBPF) em parceria com as universidades de Kentucky, Houston e Rhode Island, dos Estados Unidos. O 2o PANNANO contou com o apoio do MCTIC através do programa SibratecNANO contando com a presença do Secretário de Empreendedorismo e Inovação Paulo Alvim, que na abertura apresentou a evolução da nanotecnologia no Brasil nos últimos 20 anos e da relevância desta área para o desenvolvimento tecnológico no setor produtivo brasileiro.

SibratecNANO na Conferência

O SibratecNANO – Centro de Inovação em Nanotecnologia, apoiou PANNANO e esteve presente no evento. Com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), e executado pela Fundep, o programa articula e financia projetos cooperativos entre empresas e os pesquisadores dos Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs) que compõem o Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologias (SisNANO), também vinculado ao Governo Federal.

Juntas, essas instituições formam um grupo que cria oportunidades de apoio ao desenvolvimento tecnológico e ao potencial inovador de empreendimentos nacionais de todos os portes, especialmente as microempresas, por meio de soluções nanotecnológicas.

Com um estande no PANNANO, o SibratecNANO divulgou detalhes sobre o seu funcionamento e viabilizou a participação no evento de cerca de 50 membros dos laboratórios ligados ao programa SISNANO.


Voltar