SibratecNano

SUBMISSÃO DE PROJETOS

Informações Gerais

  • Objetivo
    Selecionar projetos de inovação, executados por empresas em parceria com instituições científicas e tecnológicas que abrigam laboratórios pertencentes ao SisNANO, direcionados ao desenvolvimento de produtos e processos nanotecnológicos inovadores, com foco no mercado e agregação de valor às empresas, seus produtos e negócios. O aporte a ser realizado pelo SibratecNANO aos projetos tem valor de referência entre R$100mil e R$400mil direcionados, majoritaria e prioritariamente para custeio (consumo, pessoal, serviços, mobilidade etc.). Investimentos em equipamentos serão contemplados apenas em caráter excepcional e plenamente justificados, não podendo ultrapassar 10% do valor da proposta. Valores fora do limite sugerido são admissíveis, por exemplo, para pequenos projetos que necessitam de poucos recursos para viabilizar o produto ou processo, e para grandes projetos que envolvam, por exemplo, mais de uma empresa ou laboratórios. É obrigatória contrapartida financeira da(s) empresa(s) proponente(s) (ver quadro abaixo). Não será permitido pagamento de bolsa para coordenadores dos laboratórios SisNANO, inclusive com recurso da contrapartida financeira. Também não serão permitidos subsídios de nenhuma forma à empresa, uma vez que o recurso financeiro do SibratecNano será de uso exclusivo do laboratório SisNANO.
  • Elegibilidade
    Podem submeter projetos microempresas, pequenas, médias e grandes empresas em parceria com um ou mais laboratórios ou grupos de pesquisa pertencentes a Instituições Científicas e Tecnológicas (ICT´s) que são sede de laboratórios do SisNANO credenciados em uma das Redes. Para serem elegíveis os projetos devem necessariamente utilizar a infraestrutura de um ou mais laboratórios do SisNANO, inclusive o laboratório SisNANO da instituição ao qual o grupo ou laboratório parceiro da(s) empresa(s) é associado. As condições de elegibilidade deverão estar claramente demonstradas no projeto.
    As redes SibratecNANO visam fomentar projetos com Nível de Maturidade Tecnológica (TRL) entre 4 e 6 e que tenham como núcleo central produtos ou processos de claro conteúdo nanotecnológico. Produtos ou processos nos quais a nanotecnologia não tem um papel central ou nos quais o mesmo desempenho ou funcionalidades podem ser obtidas sem o conteúdo “nano” ou serão considerados não elegíveis ou receberão baixa prioridade dependendo da análise dos projetos.
  • Submissão
    A(s) empresa(s) deve(m) enviar o projeto completo e a documentação adicional, em uma pasta compactada, ao email: sibratecn@gmail.com. Os períodos de submissão de cada ciclo são publicados no site.
    Uma fase inicial de avaliação do enquadramento das propostas será realizada pela FUNDEP segundo descrito no Manual de operação da Rede SibratecNano. Os projetos enquadrados passarão para a fase final de análise.

Documentos para Submissão dos Projetos

Todos os documentos devem ser elaborados com base nos modelos disponíveis na seção “Documentos” deste site (clique aqui).

Documentos para Enquadramento:

  • O Plano de Trabalho do projeto deve contemplar os seguintes itens:

a) Resumo executivo e descrição do produto/processo/inovação que compõe os entregáveis do projeto;

b) Descrição e justificativa do modelo de negócios, mercado, rota de comercialização, benefícios sobre os negócios da(s) empresa(s) tais como aumento da competividade, conquista ou mesmo criação de novos mercados, incorporação de novas tecnologias ou processos a produtos já existentes etc;

c) As bases técnicas e científicas e as metodologias que serão empregadas no desenvolvimento do projeto, sua adequação ao desenvolvimento proposto, a divisão de tarefas entre o(s) laboratório(s) do SisNANO e a(s) empresa(s) com a indicação dos responsáveis;

d) As características “nano” e o papel do conteúdo nanotecnológico do produto ou processo inovador que será desenvolvido;

e) Descrição da capacidade técnica e científica para realização do projeto, com descrição de infraestrutura e equipe, tanto do(s) laboratório(s) SisNANO como da(s) empresa(s), que atestem a viabilidade do projeto, a necessidade de uso de infraestrutura de outros laboratórios ou centros de pesquisa e a necessidade de contratação de serviços ou consultorias.

f) A maturidade tecnológica do produto ou processo (Technology Readiness Level – TRL). Clique aqui e veja a tabela sobre o nível de maturidade tecnológica dos projetos apoiados pelo SibratecNano.

g) Cronograma com marcos claros de metas e entregas ao longo do desenvolvimento do projeto associados a um cronograma de desembolso e de uso dos recursos.

  • Orçamento completo dentro do modelo fornecido. A planilha a ser preenchida com cronograma financeiro é um documento composto por oito planilhas. Falhas em seu preenchimento implicarão no não enquadramento do projeto devido a irregularidades de orçamento. As bolsas e remunerações seguirão a tabela da Finep disponível para consulta; 

Documentos Complementares

1 – Formulário preenchido pela empresa solicitante;

2 – Modelo de negócios dentro da estrutura de CANVAS fornecido;

3 – Apresentação do projeto em 04 (quatro) slides no modelo fornecido em .ppt;

4 – Vídeo em formato de “pitch”, com tempo de apresentação entre 2 e 3 minutos. Vídeos com tempo de execução menor que 2 ou superior a 3 minutos serão desconsiderados e a proposta não enquadrada. O vídeo deverá ser elaborado pela empresa, apresentando o projeto, seu entregável (objeto), o estágio atual do desenvolvimento, e a importância desta proposta para a empresa (impacto no negócio da empresa). Tamanho máximo: 6 MB. O vídeo deverá ser adicionado a uma pasta do Google Drive ou ao YouTube e um link deverá ser enviado ao email do SibratecNano com a documentação.

5 – Declarações dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT´s), ou órgãos equivalente das ICT´s envolvidas no projeto de que as questões de propriedade intelectual estão em negociação entre as partes apontando se o processo de negociação está; (i) no início; (ii) em andamento; (iii) avançado. É de extrema importância que o processo de negociação de PI esteja em estágio avançado para que a contratação dos projetos não seja prejudicada. As declarações dos NIT´s ou órgãos equivalente devem vir acompanhas de anuência da(s) empresa(s) envolvida(s). Admite-se um documento único ou vários documentos no caso de múltiplas instituições;

6 – Formulário Equipe Executora;

7 – Cartas de anuência e compromisso, tanto do(s) laboratório(s) SisNANO envolvido(s) quanto da(s) empresa(s);

8 – Cópia (simples) do contrato social da empresa proponente, destacando a participação societária.

Avaliação

O processo de avaliação é conduzido pelo Núcleo de Coordenação (NC) de cada Rede e é realizado em duas etapas, conforme cronograma. A primeira fase é de análise do enquadramento da proposta. Apenas as empresas que tiverem seus projetos enquadrados e aprovados terão seus projetos avaliados na segunda fase.

  • Será dada atenção especial ao nível de maturidade tecnológica do projeto.

O SibratecNANO é programa de fluxo contínuo, portanto não cabe recurso à decisão do Núcleo de Coordenação. A(s) empresa(s) poderá(ão) participar do próximo ciclo, submetendo novamente o seu projeto.

CONTRAPARTIDA MÍNIMA FINANCEIRA

(recurso a ser depositado diretamente na conta do projeto)

Porte das empresasFaturamentoAporte mínimo em relação aos recursos aportados pela rede
Microempresasaté R$ 2.400.000,005%
Pequenasde 2.400.000,01 a R$ 16.000.000,0010%
Médiasde 16.000.000,01 a R$ 90.000.000,0050%
Grandes> R$90.000.000,00100%
Organizações empresariaisnão se aplica50%
 
 

ATENÇÃO

I. A contratação dos projetos aprovados será realizada mediante celebração de instrumento jurídico entre a FUNDEP e a(s) empresa(s) e laboratórios envolvidos.

II. No caso de o projeto ser gerido por outra Fundação de Apoio, a FUNDEP celebrará instrumento jurídico específico. A Fundação de Apoio será, em última instância, a responsável pelo acompanhamento e entrega do projeto. (Minuta do Termo de Acordo está disponível no site).

III. É importante salientar que há necessidade de aprovação dos termos de Propriedade Intelectual (PI) e dos contratos nas empresas e instituições envolvidas. É fortemente recomendável que o trâmite e uma pré-análise pelas procuradorias jurídicas já esteja encaminhado para evitar atrasos.